Câncer de Mama

Em linhas gerais o câncer de mama resulta da multiplicação celular no interior do duto mamário de forma exagerada e desordenada, invadindo os tecidos normais que o cercam comprometendo outros órgãos. Quando as células cancerosas atingem a circulação sanguínea ou linfática torna-se um processo conhecido como metástase.

Câncer de Mama

Estrutura do seio – Câncer de Mama

Causas e sintomas

Em geral o tumor cresce de forma silenciosa, sem sintoma clínico específico associado, principalmente nas fases iniciais, quando as lesões somente são encontradas por meio de métodos diagnósticos, como, por exemplo, as microcalcificações agrupadas que só são visíveis ao exame de mamografia. Este período apresenta a maior chance de cura.

Câncer de Mama

Mamografia – Câncer de Mama

Câncer de Mama

Mamografia – Câncer de Mama

O câncer de mama desencadeia efeitos psicológicos importantes numa mulher por afetar a percepção de sua feminilidade e sexualidade. Embora possa ocorrer em homens, a doença acomete, sobretudo na população feminina acima dos 40 anos e o risco de adquiri-la aumenta com o avanço da idade.

A mamografia é um procedimento importante na detecção precoce do câncer de mama na fase em que é mais fácil de ser tratado e curado. É possível obter muitas informações tanto na versão convencional que utiliza filmes radiográficos, como na digital em que a imagem é obtida através de um computador. A mamografia digital oferece vantagens como a maior velocidade na realização do exame e melhor qualidade de imagem, principalmente quando as mamas estão sobrecarregadas de tecido glandular em sua composição.

A importância do exame – Câncer de Mama

A mamografia é o exame mais eficaz na detecção de tumores da mama na fase inicial de crescimento. Os tumores pequenos, que não são palpáveis na época do diagnóstico, têm chance de cura acima de 95% e são passíveis de tratamentos menos agressivos. A realização de mamografias anuais, a partir dos 40 anos, demonstrou em vários estudos ser capaz de reduzir a taxa de mortalidade entre 25% e 40%. Nesse exame, é pesquisada a presença de lesões muito pequenas, a maior parte das vezes detectada apenas com técnicas especiais de exame, uso de lupa e análise apurada.

No Brasil o câncer de mama é a primeira causa de óbto entre as mulheres. É mais comum em mulheres que vivem em grandes cidades do que na zona rural, a maior incidência é em classes sociais elevadas e existe uma correlação forte com a dieta rica em proteínas e gorduras de origem animal. Ataca mulheres jovens após os 25 anos com a maioria absoluta dos casos concentrando-se entre os 45 e 50 anos período correspondente a pós-menopausa.

O número anual de casos diagnosticados tem chegado a 50 mil, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Exercicios Reabilitação - Câncer de Mama

Exercicios Reabilitação – Câncer de Mama

Durante a terapia a atuação do fisioterapeuta deve ser iniciada priorizando a prevenção e minimização das complicações, sejam elas linfáticas, posturais, funcionais e respiratórias. Para o controle dos sintomas, as pacientes devem realizar exercícios domiciliares, manobras ativas de relaxamento muscular e auto-massagem no local cirúrgico.

 

 

Cinesioterapia – A arte da cura

Cinesioterapia – A arte da cura, é uma terapia que faz uso dos exercícios (movimentos corporais) como um eficaz recurso de cura. A cinesioterapia é definida etimologicamente como a arte de curar, utilizando todas as técnicas do movimento.
Cinesioterapia: Cinesio = Movimento, Terapia = Tratamento.

Cinesioterapia - A arte da cura

Cinesioterapia – A arte da cura

Tipos de cinesioterapia:
Ativa Livre – Onde o paciente executa todos os movimentos sem que se interfira nos movimentos.
Ativa Assistida – Onde o paciente recebe ajuda na finalização de cada movimento, o paciente não possui o arco de movimento completo.
Ativa Resistida – Quando se coloca algum tipo de força ou peso resistindo ao movimento pretendido.
Passiva – Quando se executa o movimento pelo paciente.

GymnicPlus 65cm

GymnicPlus 65cm

Objetivo
Manutenção ou ganho de todo arco articular e um trabalho de estimulação proprioceptiva.
Mobilização: Com o objetivo de interferir nas estruturas articuladas com um tipo de tracionamento, liberando áreas de atrito nessas mesmas superfícies (ex: técnica de Codman).
Manipulação: Readiquirir a integridade de todas as articulações, tanto a nível vertebral, como em articulações como a do joelho e tornozelo. É um exemplo de cinesioterapia passiva, onde o paciente tem que estar totalmente relaxado.

Cinesioterapia – A arte da cura

Os trabalhos realizados, obedecem a um determinado padrão dependendo de cada patologia; podem-se usar vários tipos de contrações:
Isométrica – Sem movimento no seguimento – É realizada numa fase inicial.
Isotônica – Com movimento no seguimento; Pode ser: concêntrica (ação do músculo vencendo uma resistência) ou excêntrica (quando os seguimentos se afastam).

Benefícios dos Exercícios:
Fortalece o coração e os pulmões
Evita e combate a depressão, ansiedade e insônia
Controla a pressão arterial
Alivia o estresse e a tensão do dia-a-dia;
Abaixa o colesterol ruim e aumenta o bom.
Fortalece os ossos, evitando a formação de osteoporose;
Prevensão contra a diabetes
Favorece a agilidade, a flexibilidade e os reflexos
Ajuda como auxiliar terapêutico para qualquer outro tratamento;
Auxilia nas terapias para libertação de vícios
Prolonga a vida e deixa o praticante com aspecto mais jovem.

 

Cinesioterapia - A arte da cura

mcientifica

 

Lesão Cervical – “Efeito Chicote” – Whiplash

Lesão Cervical - "Efeito Chicote" - Whiplash

Lesão Cervical – “Efeito Chicote” – Whiplash

Lesão Cervical – “Efeito Chicote” – Whiplash

A foto acima demonstra os danos no cérebro os efeitos de uma Lesão Cervical – “Efeito Chicote” – Whiplash na coluna cervical. Algo muito comum em acidentes de alta velocidade, (Inércia do choque + Peso da cabeça). Pode causar desde uma baita dor no pescoço até uma lesão muito séria.

O termo Lesão Cervical – “Efeito Chicote” – Whiplash refere-se a uma lesão que habitualmente ocorre num acidente de automóvel, quando a cabeça é projetada para trás (em hiperextensão) e depois para frente (em hiperflexão) de uma forma balística e inesperada. Este tipo de lesão provoca inúmeros danos aos tecidos moles da coluna cervical e não só, podendo causar uma fratura ou paralisia. Geralmente o “Efeito Chicote” é o resultado de um acidente de automóvel, mas pode ocorrer na prática desportiva ou mesmo, por exemplo, numa simples queda onde uma força inesperada é aplicada repentinamente no pescoço. Esses mesmos danos não só afetam as articulações, discos, ligamentos, músculos e nervos da cervical como toda a biomecânica da tão complexa coluna vertebral.

Lesão Cervical - "Efeito Chicote" - Whiplash

atleta Jaqueline no Pan de Guardalajara

Em Guadalajara, México – A atacante Jaqueline, da seleção brasileira de vôlei, fica fora dos Jogos Pan-Americanos. Sofreu fratura das vértebras C5 e C6, na coluna cervical ao se chocar com outra atleta brasileira.

Uma lesão às vértebras cervicais e aos tecidos moles adjacentes que ocorre por causa de um empurrão súbito ou por aceleração e desaceleração da cabeça. Uma maneira de causar essa lesão é estar em um veículo que é atingido de forma repentina e forte na parte traseira ou uma batida de cabeça com cabeça.

Lesão Cervical - "Efeito Chicote" - Whiplash

fratura vertebra

Quando um osso não puder suportar a pressão exercida sobre ele, ocorrerá uma ruptura ou fratura óssea. Uma fratura exposta (na qual o osso rompe a pele) pode infeccionar facilmente. Quando uma criança deixa de movimentar um braço ou perna machucados algumas horas após um acidente, ou se ela continuar a chorar quando a área lesada é tocada, deve-se presumir que a criança pode ter um osso quebrado e procurar auxílio médico. Às vezes é difícil saber se o osso foi deslocado ou quebrado. Ambas as situações representam uma emergência. As medidas básicas de primeiros socorros são as mesmas para os dois casos.

Lesão Cervical - "Efeito Chicote" - Whiplash

Colar Cervical BC0161-A

Um colar cervical é um equipamento médico usado para imobilizar a medula espinhal e suportar a cabeça do paciente. O colar cervical restringe o movimento do pescoço durante o tratamento de traumatismos, torcicolos, artrites, entre outros. Possui bordas estofadas e perfurações que facilitam a transpiração, além de fechos aderentes que permitem o ajuste de altura. Traumatismos, torcicolos, artrites, artrites reumatóides, artroses, somatizações e outras afecções da coluna cervical. Tratamentos que necessitem imobilização média do pescoço.

mcientifica

 

Ginástica Laboral

Como implantar um programa de Ginástica Laboral

Os princípios básicos de um programa de ginástica laboral para os interessados em implantá-lo em sua empresa estão divididos em seis tópicos.

1. Análise do Local de Trabalho
2.
Análise Cinésiologica nos Postos de Trabalho
3.
Palestra de Sensibilização
4.
Prescrição dos Exercícios
5.
Avaliar a Implantação da Ginástica Laboral
6.
Apresentação de Relatórios

Ginástica Laboral

Ginástica Laboral

1. A análise do local de trabalho – Deve ser baseada em princípios ergonômicos*.
*Ergonomia: a ciência de projetar o trabalho, os equipamentos e local de trabalho para adequá-lo ao trabalhador.

Estar ergonomicamente correto, para que no final do expediente o trabalhador não tenha dores na coluna cervical ou outros efeitos maléficos que uma postura incorreta originada diante de um  computador. Além disso, a intervenção ergonômica facilita a execução do trabalho adequando o ambiente e objetos ao trabalhador.

Ginástica Laboral

Ginástica Laboral

“Melhor condição de trabalho, maior será a produtividade”

2. A análise cinésiologica* – Nos postos de trabalho avalia quais os músculos são os mais requisitados para execução de cada serviço e os tipos de movimentos, atividade mental, atividade visual que cada posto de trabalho exige. É uma análise de extrema importância, porque ela dará parâmetros para a execução da ginástica laboral. Além de revelar se o trabalhador estará propício a ter L.E.R. (Lesões por Esforços Repetitivos) ou algum outro D.O.R.T. (Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho).

*Cinesiologia : É a ciência que analisa os movimentos, ela estuda os movimentos do corpo humano. O nome Cinesiologia vem do grego kínesis = movimento + logos = tratado, estudo. A cinesiologia estuda o corpo humano e a sua maneira de movimentar-se.  fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cinesiologia

“Este serviço foca a redução de afastamentos e absenteísmo”

3. A palestra de sensibilização – Garantirá a participação e engajamento dos trabalhadores no programa de ginástica laboral, esclarecendo as dúvidas, abordando temas relacionados à qualidade de vida no trabalho e orientando-os para hábitos de vida saudáveis.

Ginástica Laboral

Ginástica Laboral

“Um funcionário equilibrado e saudável trará mais benefícios e rendimentos para empresa”

4. A prescrição dos exercícios – Será realizada de acordo com cada posto de trabalho, visando aquecer, fortalecer e compensar as estruturas físicas mais utilizadas no dia a dia do funcionário.

5. A avaliação da implantação da Ginástica Laboral – Será conseguida durante as aulas e servirá de feedback*, reconhecendo possíveis transtornos e limitações o que possibilitará melhorias ao programa de ginástica laboral. * feedback (retorno de informação)

6. A apresentação de resultados – Considerar os pontos fortes e fracos do programa que deverão ser apresentados à empresa que investiu no programa após um período de tempo pré-determinado numa prestação de contas do que foi realizado e servindo de base para sua continuidade.

Exemplos de relatórios:

  • Nível de participação dos funcionários (controle de presença – lista de chamada)
  • Índice de ausências, afastamentos e rotatividade.
  • Nível de atividade física dos funcionários
  • Avaliação da qualidade de vida dos trabalhadores
  • Avaliação da percepção e intensidade de dor
  • Estes relatórios podem variar de acordo com as necessidades da empresa.

fonte: http://charllessq.blogspot.com/2011/01/como-implantar-ginastica-laboral-na.html

mcientifica

Boa postura

Ter uma boa postura é essencial para que suas costas, músculos e juntas sempre estejam bem.

Suas costas
Costas saudáveis têm três curvas naturais: uma curva ligeiramente para frente no pescoço (curva cervical), uma curva ligeiramente para trás na parte superior (curva torácica), e uma curva ligeiramente para frente na parte baixa (curva lombar). A boa postura significa realmente manter estas três curvas em de alinhamento equilibrado.
Os músculos fortes e elásticos são também essenciais para uma boa postura. Os músculos abdominais, da bacia e músculos da perna que são fracos e inelásticos podem não suportar as curvas naturais de suas costas.

Suas juntas. A bacia, o joelho, e as juntas do tornozelo equilibram suas curvas naturais da coluna quando você se move, fazendo o possível manter a boa postura em qualquer posição.

Boa postura deitada

Passamos pelo menos de 6 a 8 horas diárias na posição deitada, então, observe na figura abaixo o certo e o errado:

Boa postura

Boa postura

Certo: É correto dormir de abdômen para cima e com o travesseiro na altura que proporcione conforto ao pescoço evitando que ele permaneça elevado e o queixo próximo do peito.

Ao deitar na posição de lado, cuide para que o rosto também permaneça na posição acompanhando o corpo. Algumas pessoas devem colocar um travesseiro entre as pernas para minimizar as dores e desconfortos da coluna. Consulte o seu médico.

Errado: É errado dormir na posição com abdômen para baixo, pois o pescoço precisa permanecer em posição de torção. Evite, também, dormir com o abdômen para cima e com o travesseiro alto, pois eleva a cabeça e proporciona dores na coluna cervical.

Dicas para manter uma boa postura por toda sua vida

  • Concentre-se em manter suas três curvas naturais da coluna cervical em alinhamento equilibrado. Mantenha seu peso baixo; o peso adicional exerce uma tração para frente constante nos músculos das costas e estica e enfraquece os músculos abdominais.
  • Evite permanecer em uma posição por muito tempo; a inatividade causa tensão muscular e fraqueza.
  • Durma em um colchão firme e use um travesseiro grande o bastante para manter a curva cervical normal. Evite o uso de diversos ou de grandes travesseiros.
  • Exercite-se regularmente; o exercício fortalece e torna os músculos mais elásticos que o mantêm ereto e em uma postura apropriada.
  • Comece a praticar, comece seu programa para uma postura perfeita hoje. Se você tiver dificuldades procure um profissional da área, um Fisioterapeuta.

mcientifica

Pilates com bola

Pilates com bola

Exercícios de Pilates com bola

A aula de Pilates com bola controla picos de ansiedade e depressão ocasionados pelo estresse do dia a dia. Mais do que um exercício físico é um exercício mental, que tem como objetivo trabalhar a mente associada ao corpo e trazer benefícios para a postura, trabalha uma notável melhora no equilíbrio e coordenação motora, além da satisfação e diversão proporcionadas pela prática dos exercícios.

Os benefícios do Pilates com bola, associados aos exercícios com bola, tornam a aula ainda mais divertida e os resultados são rápidos e aparentes porque tonifica e define músculos, melhora a flexibilidade e harmoniza as formas do corpo.

Os exercícios do Pilates com bola fazem com que a aula seja praticada por pessoas de diferentes níveis de condicionamento, as que se recuperam de lesões como também as que estejam em plena forma. No Pilates com bola, trabalham-se as camadas mais profundas da musculatura de maneira muito eficaz, os exercícios são apresentados de forma bem simples, deixando de usar as séries com repetições. Os movimentos são contínuos e o grau de dificuldade é gradativo. Todos esses exercícios requerem muita precisão e concentração, sempre regulados pela inspiração e expiração corretas.

 

 

 

O método Pilates

O método Pilates

Exercícios Básicos – O método Pilates

O método Pilates

Os exercícios para Joseph Pilates se baseam no fortalecimento muscular com alongamentos: “Se um indivíduo tem 20 anos e está encurtado, é um velho. Porém se tem 60 anos e tem flexibilidade e força é um jovem”. O método Pilates dimensiona os tópicos abaixo:
Concentração: Os exercícios devem ser realizados sempre com muita atenção. Sua mente e seu corpo trabalhando juntos, os movimentos terão maior eficiência.
Controle: Os movimentos completamente controlados pela mente. Os movimentos e atividades devem ser realizados com determinação. com o método Pilates
Precisão: A precisão está relacionada com o controle. Pilates dizia: “Concentre-se nos movimentos corretos cada vez que você fizer o exercício”. Os movimentos devem ser coordenados para assumir o controle do corpo e realizar movimentos sempre corretos.
Centro: Joseph Pilates chamou de “Centro de Força (Powerhouse)“: abdômen, paravertebrais lombares e glúteos. Todos os exercícios de Pilates tem como foco o fortalecimento do powerhouse, para proporcionar a estabilização do dorso durante todos os movimentos.
Respiração: Pilates ressalta a importância de manter a circulação do sangue pura. A pureza é o resultado de uma respiração adequada ao exercício, oxigenando-se o sangue e eliminando gases nocivos. O método Pilates tem como regra geral, o aluno deve inspirar quando se prepara para fazer um movimento, e expirar quando o executa.
Movimento Fluido: Os movimentos são realizados de forma harmônica, contínuos e ritmados. O praticante do método Pilates deve manter o alinhamento corporal, evitando possíveis compensações, que podem levar a exercícios inadequados, constituindo-se como possíveis causadores de lesões.

 

 

 

 

Pilates

Joseph Hubertus Pilates nasceu na cidade de Mönchengladbach, Alemanha, em 1881, o criador do Método Pilates praticou muitos esportes em sua adolescência tais como ginástica, esqui, mergulho e boxe. Em 1912, tornou-se boxeador profissional e começou a lecionar autodefesa para detetives da Scotland Yard.
No período da I Guerra, no ano de 1914, ele foi exilado e mandado para uma ilha inglesa onde trabalhou num hospital com exilados e mutilados. Lá ele iniciou o uso de molas no tratamento médico, o que seria a base para mais tarde o ajudar no desenvolvimento de seu sistema de exercícios e equipamentos.

Joseph Pilates

Em 1923, Pilates mudou-se para Nova Iorque e abriu seu primeiro Studio de Pilates. Seu trabalho, porém, só teve repercussão a partir dos anos 40, principalmente entre os dançarinos americanos, Ruth St. Denis, Ted Shawn, Martha Graham, George Balanchine e Jerome Robbins.
Joseph Hubertus Pilates morreu no ano de 1967, aos 87 anos, após inalar muita fumaça ao tentar salvar seu estúdio de um incêndio e não deixou herdeiros. Sua esposa Clara Pilates, assumiu então a direção do estúdio, dando continuidade ao trabalho de seu marido. Em 1970, convidou alguns alunos, passando a direção do Studio a Romana Kryzanowska, uma antiga aluna do estúdio na década de 50.
Ron Fletcher abriu seu estúdio em Los Angeles, em 1970. Clara ficou fascinada com o trabalho de Ron Fletcher (dançarino de Martha Graham, que estudou com Joseph na década de 40) e lhe deu permissão para difundir o nome e o trabalho de “Pilates”. Junto com Carola Trier, Fletcher trouxe inúmeras inovações e avanços para o trabalho de “Pilates”.
A difusão do Método Pilates.
Muitos dos alunos de Joseph Pilates abriram seus próprios estúdios e difundiram sua técnica, fazendo também importantes contribuições para o desenvolvimento e aprimoramento do Método Pilates.

O Método Pilates chegou ao Brasil através de Alice Becker Denovaro, que foi a primeira brasileira a se certificar para instrução da Técnica de Pilates.

Alice Becker

Pilates no Brasil

Foi criado em 1991 o primeiro estúdio brasileiro de Pilates por Alice Becker Denovaro, graduada em Dança pela Universidade da UFBA e mestre em Coreografia pelo Califórnia Institute of The Arts, Los Angeles e foi a primeira brasileira a se certificar para instrução da Técnica de Pilates.
Professora de Pilates foi fundamental na preparação dos profissionais do Balé Teatro Castro Alves. Além disso, Alice Becker introduziu Técnica de Pilates na área clinica em Salvador, através do Ambulatório de Dor do Hospital das Clínicas – HUPES – UFBA.
Alice Becker é licenciada da Polestar Education para a América do Sul. Realiza diversos cursos de formação e palestras no Brasil, Venezuela, Uruguai, Argentina, Chile e Equador.
A cidade de Salvador conta com mais 20 estúdios de Pilates em atividade, com quase 2.000 praticantes do método.
Do trabalho de Alice Becker, surgem os novos estúdios, ela foi a pioneira deste método inovador e fica aqui nossa homenagem.